O Programa Desenrola Brasil, uma iniciativa criada pelo Governo Federal em parceria com a Febraban e seus bancos associados, tem o objetivo de reintroduzir pessoas com restrição de crédito na economia, oferecendo melhores condições para a renegociação de dívidas.

Destinado exclusivamente para pessoas físicas com renda mensal superior a 2 salários-mínimos e menor que R$ 20 mil, que não estão no Cadastro Único do Governo Federal e têm dívidas contraídas entre 2019 e 31 de dezembro de 2022.

Através do Desenrola Brasil, as pessoas terão a oportunidade de negociar diretamente com a instituição financeira suas dívidas bancárias em condições especiais, definidas por cada banco. O programa visa criar condições favoráveis para facilitar a renegociação de aproximadamente 70 milhões de pessoas.

A etapa atual do programa abrange apenas dívidas do setor financeiro. Os interessados devem procurar a instituição financeira onde possuem dívidas pelos canais oficiais (internet, aplicativos, centrais ou agências) para iniciar a negociação. As condições de renegociação e parcelamento serão definidas individualmente por cada banco participante.

Vale destacar que nem todos os bancos aderiram ao programa.

É importante destacar que o não pagamento das parcelas renegociadas pode levar à negativação novamente. Portanto, é fundamental que avaliar cuidadosamente as condições da renegociação para evitar novos problemas.

Compartilhe essa informação com a sua equipe.

As renegociações poderão ser feitas até o dia 30/12/2023, quando o Programa Desenrola Brasil termina.

Fonte: Ministério da Economia